Apenas correspondências exatas
Pesquisar em título
Pesquisar em conteúdo
Search in comments
Search in excerpt
Procurar nos posts
Search in pages
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filter by Custom Post Type
Filter by Categories
Antologia
Aventura
Biografia
Blog
Clássico
Crítica
Didático e Técnico
Drama
Erótico
Fantasia 1
Fantasia 2
Ficção Científica
Filosofia
Guerra
Hq
Poesia
Policial 1
Policial 2
religioso
Romance 1
Romance 2
RPG
Terror
Tutorial
Uncategorized

A ditadura envergonhada – As Ilusões Armadas #01 – Elio Gaspari

A ditadura envergonhada - As Ilusões Armadas #01 - Elio GaspariDurante os últimos trinta anos, o jornalista Elio Gaspari reuniu documentos até então inéditos e fez uma exaustiva pesquisa sobre o governo militar no Brasil. O resultado desse meticuloso trabalho gerou um conjunto de quatro volumes que compõem a obra mais importante sobre a história recente do país, e que acaba de ganhar uma edição revista e ampliada, enriquecida com novas fotos e projeto gráfico.
A obra está dividida em dois conjuntos: As ilusões armadas e O sacerdote e o feiticeiro. Publicada original¬mente em 2002, As ilusões armadas reúne os livros A ditadura envergonhada e A ditadura escancarada, e rece¬beu o prêmio de Ensaio, Crítica e História Literária de 2003, concedido pela Academia Brasileira de Letras. Nos primeiros anos após o golpe de 1964, o governo militar ainda relutava em se assumir como uma ditadura, daí o título A ditadura envergonhada. Mas com a edição do AI-5, no final de 1968, que suspendeu direitos constitu¬cionais, ela se revela. Em A ditadura escancarada, são reconstituídos os momentos mais tenebrosos do regime, como a prática da tortura contra os opositores do regime e a violência empregada contra os guerrilheiros do Araguaia, um dos últimos núcleos de resistência política.
Os personagens centrais de O sacerdote e o feiticeiro são respectivamente os generais Ernesto Geisel e Gol¬bery do Couto e Silva. A ditadura derrotada detalha os antecedentes desses dois importantes personagens, con¬centrando-se na articulação que os levou ao poder e também na vitória do partido de oposição nas eleições de 1974. A ditadura encurralada, quarto volume, culmina com a exoneração do general Sylvio Frota do cargo de ministro do Exército. Naquele momento, o presidente Ernesto Geisel punha um ponto final na anarquia militar que tomava conta do país. Desse relato fazem parte episódios como o assassinato do jornalista paulista Vladimir Herzog em outubro de 1975, nas dependências de uma unidade do Exército, fato que contribuiu para azedar a relação entre a Presidência e setores das Forças Armadas.
O quinto livro da série, a ser publicado futuramente, abordará o final da gestão do general Geisel, o governo do presidente João Baptista Figueiredo, em que se sobressaem o atentado do Riocentro, a bancarrota de 1982 e a campanha por eleições diretas.
• Pela primeira vez em formato eletrônico, a principal obra sobre a história recente do país é reeditada com material inédito.
• Atualizações realizadas a partir de atas do Conselho de Segurança Nacional divulgadas em 2008 pelo Arquivo Nacional.
• Mais de 100 fotos novas foram acrescidas ao material original.
•Documentos do arquivo pessoal do autor, áudios e vídeos estão disponíveis em www.arquivosdaditadura.com.br.
• Duas versões de e-book, incluindo edição enriquecida com áudios e vídeos.

Doação de leitor



Os comentários estão desativados.